top of page
Buscar
  • Foto do escritorPsicólogo Felipe Rosenberg

Como saber se estou em um relacionamento tóxico?


Identificar se você está em um relacionamento tóxico pode ser difícil, pois os padrões de comportamento tóxico podem se manifestar de maneiras sutis e gradualmente. No entanto, existem alguns sinais e padrões de comportamento comuns em relacionamentos tóxicos. Aqui estão alguns indicadores que podem sugerir que você está em um relacionamento tóxico:

  1. Desrespeito e abuso emocional: Seu parceiro constantemente desvaloriza seus sentimentos, humilha, critica, culpa ou ridiculariza você. Eles podem tentar controlar suas ações, decisões e relacionamentos com outras pessoas.

  2. Manipulação: Seu parceiro manipula suas emoções e comportamentos para atender às suas próprias necessidades. Eles podem usar chantagem emocional, fazer jogos mentais, mentir ou distorcer a realidade para controlar você.

  3. Isolamento social: Seu parceiro tenta afastá-lo de amigos, familiares e outras conexões importantes, minando seu apoio social e tornando-se a única fonte de apoio e validação.

  4. Desequilíbrio de poder: O relacionamento é caracterizado por um desequilíbrio de poder, onde seu parceiro toma todas as decisões importantes, controla as finanças ou exerce controle sobre diferentes aspectos da sua vida.

  5. Violência física ou ameaças: Isso inclui qualquer forma de violência física, incluindo agressões, empurrões, socos, entre outros. Também pode incluir ameaças de violência ou danos físicos.

  6. Falta de respeito aos limites pessoais: Seu parceiro ignora ou desconsidera seus limites físicos, emocionais ou sexuais, pressionando você a fazer coisas com as quais você não se sente confortável.

  7. Sentimento constante de tristeza e baixa autoestima: Você se sente constantemente deprimido, ansioso ou com baixa autoestima como resultado do relacionamento.

É importante lembrar que esses sinais não são definitivos e cada relacionamento é único. Se você suspeita que está em um relacionamento tóxico, é crucial buscar apoio. Converse com pessoas de confiança, como amigos ou familiares, e considere procurar a ajuda de um profissional de saúde mental, que possa oferecer orientação e apoio durante esse processo.

Pode contar comigo, já atendi muitas pessoas em relacionamentos tóxicos que passaram a ter uma nova vida após o tratamento!


Tamo junto!

Psicólogo Felipe Rosenberg

66 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page